Pular para o conteúdo principal

Primeiros 12 meses (P12M), dezembro 2019 (1)

O objetivo desse post é criar uma perspectiva de todos os investimentos que uma pessoa pode fazer para aprender a lógica de investimentos e ter bons retornos, em um caminho o mais suave possível.

O mundo dos investimentos pertence aqueles que o praticam, sendo um jogo de sentir na pele o efeito das próprias decisões. Desse modo, os 12 primeiros meses são críticos podendo causar a desistência prematura do investidor.


Cenário inicial: saindo de patrimônio de zero reais, o investidor vai começar a investir com dinheiro guardado mês a mês, sendo o primeiro mês, dezembro de 2019. Esse dinheiro pode ser de qualquer quantidade, sendo que os mínimos eu vou colocar em cada post.

Aporte é o nome de cada investimento que o investidor faz. A cada mês, o dinheiro poupada de uma fonte de renda pode se transformar em um aporte.

Se eu fosse começar hoje, o que eu faria:

Mês 1 - Dezembro 2019: 100% em Tesouro SELIC 2025. O primeiro passo é entender o tesouro direto, o programa de comprar títulos públicos do tesouro nacional e ter uma remuneração acima da poupança. A poupança vem sofrendo reajustes e pode ser que algum dia supere o tesouro SELIC, mas isso não acontece nos dias de hoje, para a esmagadora maior parte dos casos.

Mês 2 - Janeiro 2020: 70% Tesouro SELIC 2025, 20% Tesouro IPCA+ 2050 com juros semestrais, 10% tesouro prefixado 2019 com juros semestrais. O objetivo do mês 2 é aprender a investir em tesouro indexado e prefixado. Existe uma perspectiva de cortes adicionais da taxa de juros por parte do COPOM, o que valoriza esses títulos (IPCA+ e pré).

Mês 3 - Fevereiro 2020: 70% Tesouro SELIC 2025, 30% BOVA11 ou BOVV11. BOVA11 e BOVV11 são ETFs que seguem o IBOV que é o índice da bolsa brasileira. Estamos em um cenário positivo para bolsa e essa perspectiva deve se manter em 2020. Portanto, investindo no índice é possível ter diversificação e não precisar se dar ao trabalho de ficar pesquisando quais as melhores ações.

Mês 4 - Março 2020: 50% Tesouro SELIC 2025, 30% BOVA11 ou BOVV11, 20% SMAL11. SMAL11 é um ETF que segue as small caps da bolsa, que são as ações de empresas menores e que tem perspectiva de crescimento, portanto investir em SMAL11 de trazer um retorno maior do que BOVA11 ou BOVV11, porém com um risco maior também.

(...)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O "FIRE" de ser mandado embora

Para mim, no início da minha vida profissional, independência financeira sempre foi muito mais não ter mais medo de perder o emprego do que conseguir viver dos rendimentos do que eu poupei da minha fonte de renda. Você pode comentar caso se encaixe nessa situação, mas pode ser que eu esteja mais solitário nessa: trabalho em um setor muito bacana, mas dentro de uma área que nas empresas em geral é uma área difícil de se trabalhar, com um trabalho menos valorizado, um desequilíbrio entre vida e trabalho (trabalho ocupando espaço de vida pessoal). Meu supervisor é uma excelente pessoa e um bom gestor, eu aprendo muito com ele e acredito que ele lidera o departamento para um bom caminho.  Acredito que como um efeito colateral de estar em um setor bacana, minha empregabilidade é mais baixa do que o normal fora da empresa, porque em outras indústrias, o que se faz mais é a gestão daquela área difícil de se trabalhar e menos do que eu faço em específico, que é analisar falhas de processo e …

Setembro 2019 (+0,42%), mês 40/84

Setembro 2019, mês 40 desde o planejamento inicial.
Meu objetivo de Fire seria inicialmente em 7 anos, ou 84 meses, mas quando comecei não tinha muito noção de como fazer as projeções de crescimento, sem falar é claro que imprevistos surgem pelo caminho.
Estava em uma jornada ronin até agora, acompanhando de longe a comunidade fire gringa no Reddit, porém devido a criação da Firesfera brasileira, senti um verdadeiro chamado em fazer parte.
Agradeço ao AA40 pela iniciativa de organizar a galera. Tenho certeza que poder trocar ideias é de uma riqueza fabulosa nessa jornada.
Sou o Crono, mas como o blog não é falado, o personagem ainda está congruente!
Desejo ardentemente que em um dos 13 finais eu consiga alcançar meu FIRE!


FIRE x INSS

Depois da reforma da previdência, fiz um cálculo com um colega de trabalho que se aposentaria com com menos de 50 anos para avaliar o quanto ele havia perdido com a fixação da idade mínima em 65 anos. Só somando o valor mensal, sem considerar 13o, por exemplo, o resultado deu em torno de 1 milhão de reais. Inclusive, acho que cabe conversarmos mais sobre isso em outra oportunidade, porque é um enorme Cisne Negro, a Reforma da Previdência 2019, se olharmos com olhos de quem começou a contribuir na década de 90, ingressando no trabalho com 14, 16 anos, justamente para aposentar mais cedo.
Estamos falando de um contexto de regime de CLT, que sabemos pode mudar bastante caso tenhamos novas reformas trabalhistas mais para frente, além do que a Reforma Trabalhista de 2017, já mudou bastante o contexto de trabalho. Vamos ter que construir muito conhecimento em cima dessas tabelas, para termos um número de cenários suficientes para que seja útil, mas traçar um cenário econômico é um processo…